Jul 202012
 

 Monges na Vihara de Lisboa

Informamos que já existe em Lisboa, um espaço para servir este propósito, como suporte para os monges realizarem as suas práticas monásticas e também para todos aqueles que quiserem desfrutar desta oportunidade. Sendo a prática da meditação e de pujas (práticas devocionais) parte da rotina dos monges, estes períodos estarão abertos a todos os que neles quiserem participar. Assim, a primeira meditação do dia terá lugar das cinco às seis da manhã e a segunda das sete e meia às oito e meia da noite.

Gostaríamos de avisar também que os monges estarão disponíveis desde as seis e meia tarde, para todos aqueles que queiram desfrutar do silêncio da sala de meditação ou que queiram trocar impressões com aos monges.

Os monges que se encontram a residir no Mosteiro em Lisboa são: Ajahn Vajiro (monge sénior – Inglês), Tan Subaddho (Inglês) e Tan Kancano (Português)

Relembrando que esta é uma tradição mendicante e que os monges dependem da restante comunidade para o seu sustento diário, informamos que a refeição diária destes terá lugar entre as 10h30 e as 11 horas da manhã e que quem quiser oferecer o sustendo diário (comida) aos monges poderá fazê-lo. O melhor será ligar previamente para o Mosteiro, no dia anterior ou com mais tempo de antecedência, para que seja assim mais fácil a realização e organização destes eventos.

Assim, as oportunidades diárias de participar neste espaço serão as seguintes:

5h00 – 6h00  – Meditação da manhã

10h30 -11h  –Oferta da refeição/dana

18h30 – 19h30  – espaço aberto para perguntas e respostas

19h30 – 20h30  – Meditação da noite

21h  – hora de recolhimento; o mosteiro encerra as actividades do dia

Ainda que real este espaço é, no entanto, temporário pois espera-se de futuro encontrar uma área de campo, onde se possa construir o Mosteiro, para que todos venham a usufruir de um espaço mais amplo e natural.

o Sangha Português

 

Budismo Theravada da Floresta

Quinta do Pinhal, EN 116

Pinhal de Frades

2655-420 Ericeira

e-mail: mosteirotheravada@gmail.com

website: www.sumedharama.pt

Próximos passos

 Português  Comments Off on Próximos passos
Feb 192012
 

 

Aproxima-se a chegada dos monges a Portugal e as preparações para este evento estão em curso. Ajahn Vajiro, actualmente na nova Zelândia, virá para o Reino Unido, no inicio de Julho, de onde partirá para Portugal com outros dois monges, o Venerável Subbadho e o Venerável Kancano.

O plano é partirem de Inglaterra no dia 13 de Julho. A viajem será feita de carro atravessando o mar no ferry-boat que parte de Portsmouth e atraca em Bilbao, no norte de Espanha. Para tal serão acompanhados por Julian Wall, um amigo e colaborador do Sangha que se disponibilizou para tomar parte desta aventura. Após a chegada a Bilbao irão dirigir-se a  Santiago de Compostela. Os viajantes entrarão em Portugal pelo Gerês indo também visitar o Bom Jesus de Braga.

Assim, espera-se que os nossos pioneiros cheguem a Lisboa por volta do dia 18 de Julho, onde irão então determinar o Vassa, período que corresponde à época das chuvas na Ásia e durante o qual é tradição os monges permanecerem fixos num determinado local. Este ano o Vassa começa no início de Agosto,  estendendo-se até finais de Outubro.

Dá-se assim início à presença do Sangha residente em Portugal…

Feb 192012
 

The monk’s arrival to Portugal is getting near and the necessary preparations to this event are already in place.

Ajahn Vajiro (at the moment in New Zealand) will return to the United Kingdom at the beginning of July and depart to Portugal with two other monks: Ven. Subhaddo and Ven. Kancano.

They will be accompanied by Julian Wall, a friend and supporter of the Sangha, who has made himself available to join this adventure.

The plan is to depart from England on the 13th of July; the travel will be done by car, taking the ferry departing from Portsmouth and arriving in the port of Bilbao in northern Spain.

They will then head towards ‘Santiago de Compostela’ entering Portugal through ‘Gerês’; a visit to ‘Bom Jesus de Braga’ is also scheduled.

Hence, we can expect our pioneers to arrive in Lisbon around the 18th of July, where they will determine the Vassa (this is the period that corresponds with the rainy season in Asia). During this time the monks stay at one place without going out for long periods.

This year the Vassa will start in the beginning of August and it will last until the end of October.

    And so the Sangha starts living in Portugal…

Jan 102012
 

Ajahn Vajiro e outros monges vão começar a viver em Portugal

(em ‘Looking Ahead’, Amaravati Newsletter)

“[…] Sobre o assunto de generosidade, um dos colaboradores mais significativos para a vida e o bem-estar de Amaravati, nesta última década, estará partindo em breve. Depois da Kathina deste ano, Ajahn Vajiro, que passou os últimos 10 anos vivendo em e ajudando a conduzir a comunidade de Amaravati, planeia seguir em frente.
Ajahn Vajiro chegou a Amaravati em 2001, a convite de Luang Por Sumedho e, no ano passado, um grupo em Portugal, formalmente, convidou-o para ajudar a estabelecer lá um mosteiro. Este convite surgiu na sequência de alguns anos do seu envolvimento no projecto, uma vez que, enquanto em Amaravati, Luang Pô Sumedho pediu a Ajahn Vajiro para ajudar o grupo em Portugal, com a criação da estrutura jurídica para apoiar os monges naquele país. Quando o seu envolvimento começou no projecto, ele disse que ele próprio não tinha a intenção de ir morar para Portugal, no entanto, a vida é cheia de surpresas e a sua ligação com a comunidade budista Portuguesa provou ser uma colaboração muito frutuosa.
Ajahn Vajiro comprometeu-se a liderar a iniciativa por cinco anos. Luang Pô Sumedho apoia o projecto, assim como os Anciãos do Conselho, aqui na Europa: além disso, ambos Luang Pô Liem e Luang Pô Anek, que visitaram recentemente Amaravati na Primavera, expressaram a sua aprovação também. Alguns dos bhikkhus Portugueses da nossa comunidade tencionam fazer parte deste desenvolvimento. Após a Kathina em Novembro deste ano, Ajahn Vajiro tem o compromisso de visitar a Nova Zelândia por seis meses. Com outros compromissos de ensinamento ao longo da sua agenda, Ajahn Vajiro pretende estar de volta ao Reino Unido no início de Julho de 2012. Depois, a partir do início do Vassa de 2012 (Julho), sua intenção é ficar a residir em Portugal. O Sangha de Amaravati deseja expressar a sua gratidão pelo espírito generoso e cheio de energia de Ajahn Vajiro, e por tudo o que tem contribuído para o bem-estar e desenvolvimento do mosteiro ao longo destes muitos anos – e não apenas para este mosteiro, mas para o comunidade budista em geral na Grã-Bretanha. Nós desejamos-lhe boa sorte. […]”

http://www.amaravati.org/abmnew/downloads/pdf/Looking_Ahead_Autumn_2011_A4_web_1.pdf